Publicado por: terramoja | Maio 25, 2009

Estação das Estações

Filipa 028

Na Primavera a Terra enche-se de cores, aromas e melodiosos cantos em dias solarengos que enchem o peito de um ar diferente. É um respirar energético, uma força de alegria e felicidade que motiva todos os seres a regressarem, com mais intensidade e desenvoltura, à dança da vida. A Primavera é por isso a Princesa de todas as Estações, a fada-madrinha, o mais raro elixir do alquimista, a ode suprema do poeta, a sinfonia incomparável do músico, a obra-prima sempre inacabada do pintor.

E é, naturalmente, o mágico tempo dos tempos para os agricultores e de todos os que vivem na Terra, com a Terra, da Terra e para a Terra. As sementeiras da abundância movem-nos rumo à conquista da nossa independência alimentar e da liberdade de nutrirmos o nosso corpo e alma com os puros e saudáveis «frutos» do nosso trabalho no campo.

São dias intensos de dedicação à Terra, de contacto com todos os animais e plantas, desde o mais pequenino e atrevido bichinho da Horta, que busca alimento nos nossos cultivos, à imponente cobra que vive perto de nós, sempre sob o olhar atento das águias que nos sobrevoam.

Sentimo-nos abençoados por estas criaturas para nós símbolos da espiritualidade e do conhecimento neste caminho em busca das nossas origens, quando a Humanidade fazia ainda parte do Todo, deste grande Ecossistema chamado Planeta Terra, ou Gaia, e o Ser Humano não se via ainda a si próprio como superior e supremo sobre todos os outros seres vivos, muito pelo contrário.

É também uma descoberta diária de novas plantas aromáticas, medicinais e não só… As sementes dormentes (como os arbustinhos de tomateiros, que têm surgido aqui e além!) acordam do longo Inverno, agradecendo assim o cuidado que dedicamos ao nosso jardim (está cada dia mais lindo)! Há sempre novidades na horta! Não há dúvidas da veracidade do provérbio chinês “O melhor fertilizante é a sombra do jardineiro”! Acreditem, experimentamos isso já na prática. Amor e dedicação ao jardim não passa apenas pela rega e pela limpeza das ervas daninhas, mas sim pela atenção que lhe dedicamos diariamente, com uma simples visita, mesmo nos dias de chuva!

Os dias cada vez mais longos, de luz perdurante até às nove da noite, permitem mais horas de dedicação ao nosso sítio, de exigente cuidado dado o respeito que nos merece. As nossas sementeiras espreitam já a nova Vida, encontrando a luz, enquanto nós aconchegámos as camas, com mulch bem preparado, para receber os novos habitantes deste planeta. Ao mesmo tempo, ajudámos a nossa Vinha a respirar, devolvendo à Terra, alimentando-a, as ervinhas que cresciam, cresciam rumo ao azul celeste :). As visitas continuam a aparecer, naturalmente, e esta semana foi a vez do Zé dar entrada no nosso espaço de magia, contribuindo e muito (obrigada!) para o elevar das nossas camas vegetais. Entre nós, estiveram igualmente o João Sá, os Sérgios, a Cláudia e a Rosário. Os vizinhos passam e os seus sorrisos e palavras continuam igualmente a preencher as nossas vidas, pois estamos a cumprir mais um dos nossos objectivos, ou seja, a ligação com as gentes locais, o estabelecimento de pontes entre gerações. A Dona Ana e o Senhor Vieira são o nosso melhor exemplo. Com eles conversámos já horas, sobre as técnicas antigas de cultivo, sobre a nossa própria Quinta que conhecem como a palma da mão, sendo que das suas sementes irá nascer a nossa cultura associada de milho e feijão. Por outro lado, o nosso amigo Sérgio Pinho, que tantas e boas vezes nos têm visitado, deu-lhes a conhecer aquilo a que nós já chamamos a bebida milagrosa: o Kombuchá (ver post sobre o workshop). Eles gostaram e em breve vamos ensiná-los a produzir o seu próprio elixir! Aguardamos ainda a visita do Zé António, nosso muito caro amigo da padaria da Légua, com o seu filho amante da Natureza, que continua a fornecer-nos com o seu delicioso pão. A vida presenteou-nos com todas estas dádivas e é dedicando o nosso tempo e amor a esta Quinta que esperamos mostrar o nosso agradecimento profundo ao Universo, alimentando assim este fantástico túnel resplandecente da nova realidade que nos abraça.

Filipa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: